Receita de Ardei umpluţi ou pimentões recheados

};?>

ardei_pimentão_recheado
Nesse fim de ano como eu contei no post anterior, minha família esteve toda reunida. Algo que não acontecia há alguns anos no Natal. E para completar ainda mais o quadro da insanidade consentida recebemos alguns amigos gringos da minha irmã. Na minha casa em SP tínhamos uma polonesa e um casal de romenos. Todos devidamente brancos como a neve, o que transformou meu lar  em uma conferência  da ONU.

E as conversas? Falava-se inglês, espanhol, portunhol, p*nenhuma e mais um pouco. O importante era trocar ideia e quando faltava inglês pra tanto querer,  sempre rolava um “Delícia, delícia, assim você me mata”. Impressionante o poder dessa música sobre os gringos. Um salve para Michel Teló, gênio.

E no meio da loucura idiomática,  o melhor lugar era a mesa.  Como a boca está bem ocupada, todos se entendiam bem comendo.  Suspirar é universal.

E no meio da bagunça fui apresentada a uma receita típica romena: o Ardei umpluţi. Parece palavrão, mas é só pimentão recheado. A princípio fiquei resistente. Pimentão tem aquela fama de indigesto e inesquecível. E de fato pode ser mesmo. Mas nesse caso, apesar de não se tratar de um prato leve, o preparo ameniza bem esse efeito memória do nosso amigo ardei.

Read the rest of this entry »


Receita de Galinhada Goiana

};?>

galinhada goiana
Eu andei ausente. Pois é gente. A neguinha aqui também merece uma folga, né?  Larguei a caneta e o fogão. Um pouco. Afinal, Natal e Ano Novo só têm um objetivo: a ingestão descontrolada de toneladas de comida como se não houvesse amanhã. E a gente come.

Aliás, a histeria de fim do ano é algo quase tão comovente quanto o tal espírito natalino. Todo mundo quer resolver tudo até o meio de dezembro (mais tardar dia 20). Trabalhos que não foram entregues, compras que não foram feitas, encontros que não aconteceram, presentes que não foram dados, cervejas que não foram tomadas…Parece que se não for antes do Natal, não será nunca mais.

Fato é que eu tava abduzida por uma reforma/mudança de casa combinadas ao volume de trabalho bem na reta final de 2011. E depois saí para o recesso e aí veio toda minha família em casa para as festas.  Uma bagunça deliciosa!

Mas percebe como tudo isso me afastou do blog? Falando nele, vamos ao que interessa. Como ia dizendo antes de me perder em teorias inúteis, eu comi MUITO nesse fim de ano. E como eu gosto e me meto a besta, também cozinhei. Fiz pernil, assei aves, quibe, lasanha, peixe, escondidinho, lentilha e galinhada, aaaaaaah, a galinhada . A Família Buscapé, desceu lá do Goiás, trazendo alguns litros de piqui (sim, litros. Já expliquei isso aqui), ingrediente básico para uma típica galinhada goiana.

Read the rest of this entry »