Receita: Salpicão de Frango defumado da Ana

};?>

 

Não é receita, é truque de mestre. É nem é meu. Quem me deu a dica do frango defumado foi a Ana Franco, minha amiga cozinheira de mão cheia, rainha das comidas portentosas e festivas.

Esse é daqueles pratos que metade é: pica tudo do jeito que der, misture e pronto. A outra a natureza já fez, o homem domesticou e comercializa de forma relativamente acessível.

Pra se ter uma ideia, não precisa nem de sal. E só botar no pirex léendo e chegar na festa de natal maravigold fazendo o ultimate masterchef da poha toda.

Enfim, vamos aos meandros do truque.

Eu piquei fininho na mandolina: cebola roxa, cenoura, picles de pepino, maçã verde. Um de cada. Depois fatiei pra ficar em cubinhos pra ficar bem picadinho.

O frango defumado eu comprei no hortifruti do bairro. Mas tem nas grandes redes e em versões artesanais. Depois achei até um mais em conta no Santa Luzia, caso você esteja em São Paulo, vale a pernada.

A beleza é tanta que o frango já vem cozido com aquele saborzinho de amor que só os defumados têm e o aroma que lembra bacon.

Então é só desossar, desfiar e se controlar para não ficar comendo tudo antes de terminar a receita. Eu dei uma repicada para ficar proporcional ao tamanho dos vegetais. Junta o frango com os vegetais.

Acrescente a maionese. Se animar e quiser fazer a sua aqui eu tenho uma receita passo a passo imbatível de maionese caseira. Se não vai na pronta mesmo.

Agora é só juntar A UVA PASSA!!! A grande estrela desse role. Que é quem vai fazer o par perfeito com o frango defumado numa explosão de textura, amor e sabor. E tá pronto. Se quiser, acerte o sal, mas na minha opinião não precisa.

Vale servir com macarrão fusili ou pene. Ou mesmo puro com umas folhas verdes e torradinhas.

Um jeito lindo de servir esse salpicão é como recheio de conchiglioni para um canapé de vó geladinho. Pra comer numa tacada só. Cafona lover total!

 

 


Receita: Abóbora recheada com queijo de cabra e manteiga de frutas secas e castanhas

};?>

 

 

Eu sempre quis fazer um prato vegetariano com cara de Natal, algo que ficasse na mesa, no lugar dos assados típicos da festa, mas sem essa pegada de adaptação. Esse ano eu cheguei na receita. Uma bela abóbora recheada com creme de queijo de cabra e amêndoas e frutas numa manteiga riquíssima aromatizada com alecrim.

Além de linda e portentosa, é nutritiva, facílima e tem esse sabor natalino que buscamos nas festas de fim de ano.

Bora aprender.

Eu tinha metade de uma abóbora e mais 1/4. Mas você pode pegar uma abóbora inteira e tirar a tampa, como se faz com a moranga para o camarão.

Temperei com sal, pimenta moída na hora e alecrim. Coloquei numa assadeira com 2 dedos de vinho branco seco no fundo e mais talos de alecrim. Tapei tudo com alumínio e levei ao forno 180 graus por uns 20 minutos (ou até começar a ficar macia).

Enquanto a abóbora assava eu fiz o recheio. Em u a panelinha coloque 1 barra de 250g de manteiga (com sal). Se for a abóbora inteira pode colocar 1 barra e 1/2.    Juntei amêndoas, damascos picados, cramberry passas, uva passas brancas e mais alecrim.  Deixa no fogo (sem baixo) até a manteiga ficar translúcida e o cheiro das frutas e erva passar para ela.  Mexendo sempre para o açúcar das frutas secas não grudar no fundo da panela.  Veganos podem usar óleo de amêndoas ou macadâmia no lugar da manteiga.

Retire as abóboras pré-cozidas do forno e tempere com o creme de queijo de cabra. Esse creme nada mais é que o queijo de cabra sólido batido com um pouco de leite (mais ou menos a metade da quantidade de queijo). Eu usei umas 200g de queijo de cabra. Veganos podem substituir por creme de tofu. Recheie a abóbora com o creme.

Cubra a abóbora com a manteiga de frutas e nuts. E volte ao forno para dar aquela gratinada. Quando o queijo começar a derreter já está incrível.

 

 

 

 

 


7 motivos (+ 3 receitas) para aceitar a uva passa no seu coração e nas comidas

};?>

 

Todo ano é a mesma coisa, chegam as festas e com elas todas as comidas maravilhosas. Pernil, bacalhau, farofa, salpicão, arroz colorido, tortas, pavês, pudins, tá tudo liberado. Aquela época em que você pode colocar no mesmo prato carne, peixe, porco, ave, fios de ovos, frutas…e ninguém vai te criticar. O contrário, vai fazer alegria das tia tudo, que passaram horas velando o assado e o lambuzando o bicho com manteiga.

É a época também que a diva, rainha da poha toda, aquela que brilha mais que a estrela de Belém no topo da árvore, traz todo o seu esplendor para os pratos. Isso mesmo! Está aberta a temporada de #uvapassaemtudo

Receita: Abóbora recheada com queijo de cabra e manteiga de frutas secas e castanhas

Como diria Gretchen, aceita. Abram os vossos corações e deixe toda a magia doce dessa frutinha dry age tocar sua alma glutona. Uva passa é elegância vintage, pura tradição, eternidade plena, riqueza e abundância. Até Jesus era fã de uva passa. E você aí renegando a coitada ao limbo dos ossos roídos no canto do prato.

Para te ajudar a abrir a mente para as benesses dessa pretinha not basic, estou abrindo aqui a campanha #freeuvapassafree.

1 – Ela é pura tradição
Desde sempre a humanidade, bem antes da civilização processar o açúcar como conhecemos, tirava das frutas secas o sabor agradável do dulçor. Especificamente as uvas passas estão presentes na dieta de seres humanos desde a pré-história. O choro é livre!

Receita: Arroz de brócolis com passas e castanhas de caju e amêndoas

2 – Ela é a mãe de todos os açúcares
No Egito Antigo, por exemplo, não existia cana-de-açúcar logo, não existia açúcar de cana. As frutas como uvas, figos e tâmaras, junto com o mel, eram um dos únicos recursos para adoçar. Sem contar que secar era método de conservação das frutas. “Nossos ancestrais descobriram de forma incidental as uvas murchas na própria videira”, revela Sandro Dias, professor de história da gastronomia do Centro Universitário Senac – Águas de São Pedro.

3 – Ela é a elegância plena em forma de vinho
Na Antiguidade, os povos do Oriente seguiram para o Ocidente e levaram consigo as uvas, fundamentais para o fabrico do vinho. Nesse contexto, as uvas passas assumiram lugar de destaque na dieta de povos como os egípcios, hebreus, mesopotâmicos, árabes, gregos e romanos. “Uma das mais famosas e prestigiadas é a passa moscatel de Málaga, cultivadas na região da Andaluzia, na Espanha”, destaca o professor.

 

4 – Sua avó, a mãe dela e a vó da mãe dela já usavam na ceia
Colocá-las em pratos salgados não é ideia nova, tão pouco brasileira. “As passas estavam presentes em receitas egípcias de assados, na China ancestral, nos banquetes do Rei Salomão, entre os persas, cristãos antigos e judeus”, conta o nosso especialista. E, ao contrário do que você possa imaginar, o seu dulçor, era justamente o que lhe conferia status e aumentava seu valor em receitas.

5 – Ela é a cara da riqueza
A uva passa carrega simbologias maravilhosas de fartura, fertilidade e prosperidade. Seus cachos e múltiplas sementes remetem à abundância. Daí o motivo da vovó colocá-la na farofa natalina. “As festas de fim de ano marcam um momento de transformação, onde os alimentos carregam a simbologia do que esperamos e desejamos para o novo ciclo”, interpreta Dias. Você fica separando a uva passa no prato, depois não entende porque sua vida não vai pra frente.

Receita: Salpicão de Frango defumado da Ana

6 – O mundo todo ama
No Brasil, nós apenas herdamos os hábitos dos povos Europeus que aqui aportaram. E embora pareça exotismo, originalmente a presença das uvas passas em pratos salgados sempre foi símbolo de riqueza, luxo, poder e glória.  E a relação que predomina aqui e no mundo é de pura paixão. Então, apenas pare.

Essa pessoa, não seja essa pessoa

7 – Ela eleva seu paladar
Gostar de uva passa na comida garante de vez a sua cadeira na academia brasileira de maturidade gustativa. Só pessoas de fino trato, gastronomicamente cultas e sábias entendem a complexidade do sabor agridoce. Seja um amante do refino e dos bons costumes, cruze a fronteira pueril do “não gosto de doce com salgado” e LIBERTE-SE! Mostre ao mundo que você é chique, viajado e de paladar apurado. “A resistência pode ser classificada como gosto, preconceito ou até má vontade, porque, como vimos, há algo mais na uva passa que um simples alimento, há a afetividade culinária e toda a simbologia e nobreza que ela representa especialmente no fim do ano”, finaliza o magnânimo mestre Sandro Dias. Então, é melhor aceitar a tradição, se entregar e parar de passar vergonha na ceia.

 


Receita: Arroz de brócolis com passas e castanhas de caju e amêndoas

};?>

 

 

Essa receita é da minha mãe, especialidade da casa. Uma tradição de natal para acompanhar o lombo de porco braseado. Daquelas combinações simples, com ingredientes que todo mundo tem à mão, mas que alegra a ceia e se bem-feito, rouba a cena do prato principal.

Eu já fiz inúmeras variações: troquei o arroz branco por arroz basmati, mini arroz e até arroz negro. Já inclui bacon, amêndoas e também ovo mexido. Garanto, todos os jeitos ficam maravilhosos. E spo agora, em 2017, eu me atentei para o fato de que nunca publiquei essa receita aqui.

Então, antes que o mundo acabe, segue o arroz de brócolis da tia Neuza.

Ingredientes

Para 6 pessoas

3 xícaras de arroz branco cozido (ou arrozes de sua preferência)
1 maço de brócolis aquele tipo couve (vale o ninja, mas fica menos saborosos)
1 cebola picada em cubinhos
1 dente de alho picado ou ralado
2 colheres de manteiga
1 xícara de castanha de caju
1/2 xícara de uva passa preta
½ xícara de uva passa branca
½ xícara de bacon picado (alô vegetarianos, o bacon é opcional)
Coentro e salsinha a gosto

Preparo
Antes de começar, separe as flores dos talos do brócolis. Pique os talos mais macios em pedacinhos pequenos e reserve a parte.

Aqueça uma panela com água abundante e escalde as flores dos brócolis (as arvorezinhas). E depois resfrie em agua corrente. Reserve.

Em uma panela de fundo grosso, coloque 1 colher de chá de manteiga e leve ao fogo. Se for usar bacon, coloque nesse momento e deixe ele dourar.

Na sequência junte as castanhas e amêndoas.

Se for usar cebola junte aqui e deixe suar. Acrescente o alho. Sinta o perfume do amor começando a tomar forma.

Junte os talos e folhinhas de brócolis bem picadinhos. E se desejar e for fã, os talinhos de salsa e coentro. Juro que isso dará um tchan no sabor.

Envolva todo mundo nessa manteiga temperada e deixe que soltem sabor e tudo fique brilhante e perfumado.

Em seguida, acrescente o arroz cozido e mexa para garantir que ele seja abraçado toda essa galera que estava ali antes.

Acrescente as flores de brócolis escaldadas. E se necessário, sempre é, finalize com mais uma colher de manteiga.

Prepare-se, porque vai dar briga. De nada!


Presentes de Natal: aquela lista que você respeita

};?>

 

 

 

 

Em tempos de arrocho tudo que precisamos é de criatividade para presentear. Sejamos perspicazes nas escolhas.

Foquemos em presentes úteis, que podem render experiências memoráveis ou sanar necessidades na vida do ser presenteado. Eu sou mais de mesa, portanto, costumo recomendar o de comer e o de beber como presente. Para mim, não coisa melhor.

Por isso, separei aqui alguns dos presentes mais legais que vi por ai para você fazer valer seu 13º nesse Natal. Tem presentes para todos os gostos e bolsos. Uns mais em conta, outros mais caros. Confere ae.

Presentes para viver

 

 

Liberdade culinária
Como farinha é pouca, meu pirão primeiro. Você pode garantir ao seu coleguinha um 2018  libertador contemplando a criatura com autonomia culinária. Que tal presentear com um vale-aula do Sem Medida? Em 2018 teremos teremos um calendário com as aulas mais chocríveis com temas maravilhoso (incluindo um open bar de coxinha). Aqui você tem nosso portifólio. Os preços são camaradíssimos e incluem degustação de todos os pratos. Afeee. Reserva comigo mesma por uátis 11-982797513.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

 

Presente secreto

Sem essa de meia, perfume ou chocolate. Dê aquela surpreendida na galera com um Vale-Jantar Secreto! Isso mesmo, você pode adquirir um vale-presente e arrasar agraciando alguém com uma experiência única e inesquecível.

Há pacotes nas versões individual ou com acompanhante. Ambos com opções de harmonização de bebidas alcóolicas ou não. O felizardo ou felizarda que ganhar o mimo só precisa agendar por email no contato@jantarsecreto.com. O vale-presente está à venda aqui. 

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Fabricando cerveja

Agora que passou a moda, a gente já pode voltar a gostar de fazer cerveja. Afinal, é muito mágico saber que você pode juntar água, malte e lúpulo numa só panela e depois de algumas semanas ter em mão o líquido sagrado dos deuses. É tipo brincar de Deus, só que sem a responsa toda. Por isso, recomendo como presente o Vale Curso da Sinnatrah Cervejaria escola, que também está na pista muito antes de ser modinha. O presente vale para cursos de fabricação de cervejas ou de degustação. Compre online 

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Cozinha organizada

Todo mundo que conhece minha cozinha (essa da foto aí em cima) costuma dar aquela evejada. Não carece. Eu sou do tipo que curto, indico, recomendo e compartilho. Quem me ajudou a ter potes magnânimos estilo Pinterest devidamente organizados e etiquetados foi a Organicebr, consultoria especializada em organização, decor e harmonização de ambientes. O bom é que a Greice Munhoz, diva da organização, faz tudo de forma personalizada, conforme a necessidade do cliente. Além de organizar ela também te orienta nas compras com toda uma rota dos barangandãs da organização. Você pode dar de presente para aquela amiga maravilhosa ou aquele amigo bagunceiro ou contratar para si mesmo e começar 2018 livre leve e solto da bagunça. Orçamentos aqui contato@organice.com.br ou 11 97692-9922.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

A diva da cocada

A Raíza Costa lançou seu livro. Pois é.  Não vejo a hora de por a mão no meu exemplar de “Confeitaria Escalafobética: SOBREMESAS EXPLICADAS TIM-TIM POR TIM-TIM ” (ed. Senac). Com quase 400 páginas, o livro traz 100 receitas recheadas de técnicas, dicas, história dos doces e fotos léeendas. Tudo no mutcho loko da Raiza, de quem eu sonho em ser amiga.  E o preço é bem honesto, R$ 66,90 pilas aqui.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Presentes para exibir

Ramekin Americano do amor

Não faço segredo para ninguém que amo demais a Olaria Paulistana. A Lúcia Eid é uma maga das cerâmicas e faz cada lindeza que é impossível resistir. Como esse kit de ramekin inspirado no design brasileiro dos copos Americanos. Ideal para preparar delícias no forno como creme brûlée e pratos gratinados. O kitb com três peças em tamanho s variados são por R$ 267,20 na loja online.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Para assar pão com loosho

Não sei você, mas aqui rola um sonho da Le Creuset própria que pretendo realizar neste Natal. Essa versão, além de assados e cozidos maravilhosos, também é indicada para padeiros artesanais. Em ferro fundido, a panela garante que o pão asse perfeitamente e forme aquela casquinha crocante. Vale cada cédula da pequena fortuna de R$1.099 (CHOOORA) na https://www.lecreuset.com.br 

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Garrafas italianas maravilhosas

A Luigi Bormioli faz vidros lindos na Itália, pelo menos os que chegam aqui são todos maras. Essa linha Elixir assinada pelo barman Yuri Gelmini é coisa fina para armazenar líquidos, infusões e azeites. Em vidro com bico em aço inox e cortiça, capacidade de 100ml sai por uns R$ 53 aqui.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Esse Abacaxi 

Esta maravilhosa jarra de cerâmica em forma de abacaxi além de útil vai compor o decor da sua cozinha maravilhosa. Inclusive pode virar vaso para flores e folhagens.  R$143,20 http://www.ricafesta.com.br

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Flamingos na piscina

Você não é o Roberto Marinho, mas também pode ter flamingos no seu jardim. Este suporte para latinha em plástico inflável vai deixar seu verão muito mais glam. Kit com quatro R$38,40 na www.ricafesta.com.br

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Let’s Cook com Mr.White

Esse quadro é legal até para quem não assistiu a série Breaking Bad ideal. Aqui na DePoster você escolhe tamanho, cor da moldura ou apenas aplicado em uma placa de MDF. O preço varia conforme as opções, começando em R$ 45.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Presentes para comer e beber

Aquele pão quentinho – huuuuuum, chega a manteiga derrete

Natal é Jesus e Jesus é Natal. E Jesus dividia o pão. Por isso, nada mais justo que presentear com pão. O Fatia Pães Artesanais oferece assinatura mensal de pães artesanais feitos a partir de fermentação lenta e natural para São Paulo capital. Você adquire a assinatura e seu amigo vai receber pães fresquinhos semanalmente na porta da sua casinha ou trabalho. E o preço é bem camarada. Uma assinatura de 3 meses, sai R$ 270.  Demais ne? Fale com a padeira Raquel Bonino aqui 11 99304-3080.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Amaro, porque de doce já basta a vida

Desembarcou de vez no Brasil em 2017 o amaro italiano Averna. De origem siciliana e fabricado pela Campari essa bebida mágica é para paladares afeitos ao amargor. Com 32% de graduação alcoólica, compõe maravilhosamente drinques, mas também arremata com louvor uma refeição de respeito. R$

 

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Um livro para comer

O produtor espanhol Josep Llorens lançou no Brasil o livro “Jamón”. Além de trazer informações sobre o presunto cru mais nobre do mundo, a publicação traz em suas páginas fatias de jamón (isso mesmo!) para degustação. A cada página o autor explica os tipos de corte e oferece a oportunidade de colocar o paladar do leitor à prova. O livro de degustação vem com 5 embalagens de fatiados diferentes, cada um com 50 g do produto: Jamón Serrano Gran Reserva, Jamón Puro de Bellota 100% Raza Ibérica, Jamón de Cebo Ibérico 50% Raza Ibérica, Jamón de Cebo Campo Ibérico 50% Raza Ibérica, Jamón Ibérico de Belota 75% Raza Ibérica. O preço é salgado, mas vale cada centavo (R$ 454). Disponível na Casa Santa Luzia à Alameda Lorena, 1471 – Jardim Paulista, na Galeria dos Pães à Rua Estados Unidos, 1645 – Jardim América e no Sacolão Lapa à Rua Caio Graco, 322 – Vila Romana.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

 

Pan D’oro porque sou hipster

Em tempos de panetones que mais parecem árvores de Natal (de tanta coisa atochada dentro e sobre) minha aposta é o clássico, chique e básico Pandoro. Trata-se de um bolo bolo magya também de origem italiana, super popular por lá no Natal e Ano Novo. Ele lindo, tem um formato de tronco com estrelas de 8 pontas. Serve-se cortando no sentido da largura, para que as fatias fiquem na forma de estrelas lindíssimas que são tradicionalmente salpicadas com açúcar gelado e aromatizado com baunilha para lembrar os picos de neve. CHORA PANETONE! Se você está em São Paulo pode encontrá-lo no magnânimo Eataly numa versão vinda da Itália. Se não, o Sr. Bauducco oferece uma versão feita aqui no Brasinha bem honestona.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Kit G&T

Gin&Tônica é aquela bebida mágica que até as nutri aprovam. Logo, para presentear aquela amiga bêbada and magra, nada mais justo que esse kit maravilhoso do Bulldog London Dry Gin. Destilado na Inglaterra esse gim leva a combinação de 12 botânicos provenientes de oito países diferentes. O pack vem com uma taça bapho para preparar o clássico coquetel. Preço sugerido R$ 189,90 nas melhores casas do ramo.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Semear é preciso

Não consigo conceber presente mais fofo e engajado que o kit da ISLA Sementes. A ideia aqui é agradar aquele amigo abraça árvore que ainda não saiu do armário e está só na vontade de cultivar uma horta. Práticos e cheios de charmes, os kits permitem o cultivo na própria embalagem para germinar a semente. Ele vem com manual de cultivo e uma boa diversidade de sementes de hortaliças, temperos, especiarias e flores. São seis opções: Choveu na Minha Horta (Amor-Petúnia e Pimenta), Eu Que Plantei (Alface, Tomate e Cenoura),  Planta de Casa Faz Milagres (Camomila, Lavanda e Sálvia), Salve Simpatia (Arruda, Erva-doce e Pimenta), Tempera Que eu Gosto (Salsa, Cebolinha, Manjericão) e Verde Que Te Quero Ver Te (Alface, Couve e Rúcula). Os kits custam R$ 10,20. Há também o kit completo que custa R$ 61,20, vem com dois estojos e ainda tem frete grátis para todo o Brasil. Onde comprar: www.isla.com.br

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Pacote queijos da alegria 

Você pode substituir uma caixa de bombons por uma seleção de queijos para degustação do Mestre Queijeiro, o Bruno Cabral. O kit vem com quatro variedades premiadas internacionalmente. O adocicado Queijo Tulha de Amparo (SP), maturado por 12 meses; o macio e suave Queijo Curado de Ovelha de Chapecó (SC), maturado por 4 meses; o marcante Queijo Serra do Salitre (MG) – considerado Patrimônio Histórico Imaterial do Brasil – e o levemente picante Queijo de Montanha de Almenara (MG) Minas Gerais, na Fazenda São Francisco.  R$54,40 na Onilé.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Pra levar e gelar

A Cervejaria Maniacs criou a Cooler Box. Esse é daqueles presentes inteligentes que alem de embalar o conteúdo maravilhoso que é a cerveja, ainda serve de serve de recipiente para gelar a bebida.  Desenvolvia com material resistente, a caixa segura até 7h com gelo. Tempo suficiente  para gelar as latinhas. Ideal para levar pra praia, festas e churras. Preço sobe consulta na  http://www.maniacs.com.br

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Fasano, o panetone
Para não dizer que estou excluindo, trago um panetone. Esse do Fasano é meu favorito. Primeiro pela massa absurdamente aerada que segue receita clássica com fermentação natural de 72 horas, recheada com uvas passas do tipo Sultana. Segundo pela casquinha crocante de glassato cristalizado que cobre o bolão conferindo um toque de doçura na medida correta ao bolão. Não é das coisas mais baratas que você vai encontrar no Natal, mas eu prefiro gastar todo o meu ouro só nele. R$ 180, nas melhores casas dom ramo (eu apenas amo essa frase).