SP Gastronomia: acompanhe a última semana de lives

};?>

 

O SP Gastronomia chega a sua última semana e para fechar a programação com chave de ouro as lives trazem conteúdo variado e leve. Abrindo a semana no dia 26/10, a chef Drica Maria ensina um delicioso brigadeiro de banana.  Já na terça, 27/10, Yilmary de Perdomo apresenta a cozinha da Venezuela.

Na quarta, 28/10, o papo esquenta na cozinha com o roqueiro Supla, Edu Parez e Maurício Schartz quer trazem o tema “Food is the news rock”. Fechando a semana saborosa temos a dupla criadora do Buzina Food Truck: Márcio Silva e Jorge Gonzalez contando toda a sua trajetória de comida de rua.

Com estas, a programação soma 64 lives com a marca #SPGastronomia. Foram dezenas de profissionais da gastronomia entre chefs, culinaristas, jornalistas, confeiteiros e empreendedores que passaram pelas telas da plataforma Cultura em Casa com conteúdo diversificado e de alta qualidade.  Para quem perdeu, todo que foi produzido está disponível de forma permanente na plataforma Cultura em Casa, clique e assista. 

A ação é uma inciativa da Secretaria de Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo com o objetivo de envolver a sociedade em uma grande celebração da identidade e da diversidade culinária do estado, além de promover a integração entre produtores, chefs e restaurantes.


SP Gastronomia: campeão do master chef e cozinha da Venezuela são destaques nas lives

};?>

Abrindo a penúltima semana do SP Gastronomia Lorenzo Ravioli, o mais jovem vencedor do Master Chef, ensina todos os segredos da massa caseira na live do dia  19/10. Na sequencia, no dia 20/10, Tati Romano, criadora do site Panelaterapia, dá dicas de reaproveitamento de alimentos em casa.

Destaque para a live do dia 21/10 com a cozinheira Liliana Patrícia, colombiana refugiada no Brasil há 3 anos,  que apresenta sua receita de patacones de banana da terra recheados com guacamole. Petisco tradicional da Colômbia.

A programação somará até o final do mês de outubro 64 lives com a marca #SPGastronomia.  Para quem perdeu as anteriores, todo o conteúdo está disponível de forma permanente na plataforma Cultura em Casa, clique e assista. 

A ação é uma inciativa da Secretaria de Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo com o objetivo de envolver a sociedade em uma grande celebração da identidade e da diversidade culinária do estado, além de promover a integração entre produtores, chefs e restaurantes.


Conteúdo voltado à semana da criança marca a programação do SP Gastronomia

};?>

 

Dia 12/10 comemora-se o dia da criança e pensando nisso, a organização do SP Gastronomia oferece essa semana um programação que privilegia os pequenos. Abrindo as lives, temos Gerson Steves com o tema “Cozinha é lugar de criança, sim”. Falando sobre a importância de incentivar os mais jovens ocupar esse espaço delicioso da casa. Essa já está disponível na plataforma Cultura em Casa gratuitamente.

Dia 13/10, é a vez do chef Valter Herzmann ensinar todos os segredos do seu Risoto de Camarão. No dia 14/10 entra em cena o chef Thiago Gil ensinando molhos para acompanhar o churrasco.

Fechando a semana, no dia 15/10, Teresinha Wisniewski e Luzina Padovam discutem se o Buraco Quente, tradicional sanduíche paulista de carne moída, são iguais nas duas cidades que reivindicam sua autoria: Mairiporã e Pariquera-Açu, na zona metropolitana de São Paulo

A programação somará até o final do mês de outubro 64 lives com a marca #SPGastronomia.  Para quem perdeu as anteriores, todo o conteúdo está disponível de forma permanente na plataforma Cultura em Casa, clique e assista. 

A ação é uma inciativa da Secretaria de Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo com o objetivo de envolver a sociedade em uma grande celebração da identidade e da diversidade culinária do estado, além de promover a integração entre produtores, chefs e restaurantes.


Primeira chef indígena do país, Kalymaracaya é destaque da semana no SP Gastronomia

};?>

;

A chef Kalymaracaya, primeira profissional de gastronomia de nacionalidade indígena do Brasil, participa essa semana do SP Gastronomia. Nesta quarta, 07/10, a chef que pertence à nação Terena, vai presentar uma receita especial de sagu à brasileira.

Nascida na aldeia do Bananal (Distrito de Taunay) localizada no município de Aquidauana, no Mato Grosso do Sul, Kalymaracaya busca inspiração nas memórias de quando era criança e observava sua vó preparando comida para a família. Seu maior objetivo é divulgar os ingredientes cultivados pelo povo Terena. No seu repertório destacam-se ingredientes nativos brasieliros como mandioca, bocaiuva, taioba, milho, abóbora, pimentas, pequi e jenipapo. Além das caças como o jacaré e os peixes existentes nos rios do Estado.

Formada em Turismo e Gastronomia e pós-graduada em História e Cultura Indígena e Afro-brasileira, a chef Kalymaracaya é membro do movimento Slow Food Convivium, em Campo Grande (MS) e professora de gastronomia indígena na especialização de Cozinha Brasileira, além de secretária do Conselho Comunitário Urbano Indígena (CCUI) na também na capital sul-mato-grossense.

Depois da participação de Leo Santo com o Bolo de Rolo e Mateus Araújo com a Farofa de Içá, a programação brasileiríssima da semana no SP Gastronomia conta ainda com a live de André Boccato e do Chef Ezio Carlos que falarão sobre as origens da gastronomia brasileira em livros. Imperdível.

A programação somará até o final do mês de outubro 64 lives com a marca #SPGastronomia.  Para quem perdeu as anteriores, todo o conteúdo está disponível de forma permanente na plataforma Cultura em Casa, clique e assista. 

A ação é uma inciativa da Secretaria de Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo com o objetivo de envolver a sociedade em uma grande celebração da identidade e da diversidade culinária do estado, além de promover a integração entre produtores, chefs e restaurantes.