Na semana passada apresentei aqui o mesão de carnes. Nesse post vou dar dicas de acompanhamentos que complementam um banquete carnívoro. Não que a farofa, o arroz e o vinagrete não estejam à altura de um festim carnívoro, mas algumas  sugestões podem  ampliar a diversão e tornar o seu próximo churrasco mais leve e digestivo. Confira:

Cinco dicas  de acompanhamentos para um bom churrasco

1 – Como o prato principal é pura proteína, a ideia é cercá-lo de coisas saborosas, porém leves,  frescas e ricas em fibras para ajudar na diversão. Aposte em legumes e folhas.  Preparos que complementassem a refeição, mas sem pesar.

2 -Saia da rotina. Vinagrete não precisa ser só uma combinação super ácida de tomate e cebola. Faça molhos variados como maionese, aioli, vinagrete dijon, chutneys e pestos. Eles vão dar mais sabor às carnes e podem coroar os sempre presente pães.

3 – Para transformar o churrasco definitivamente em almoço é bacana incluir algum carboidrato mais rico. Além do arroz, você pode fazer à moda gaúcha e cozinhar a nossa grande amiga mandioca. Servida com com um fio de azeite, limão e sal apenas, ela fica maravilhosa para acompanhar os mais nobres cortes.  Ou mesmo as batatas rústicas (abaixo).

4 – Sais variados. Sim, se a ideia é afrescalhar o churrasco que tão ter à mesa tipos diferentes de sal? Até porque, se você investiu em carnes de qualidade nada mais justo que honrar o boi com temperos à altura.

5 – Para ser ainda mais gentil com seus convidados ofereça sobremesas leves. Nem precisa ficar nos batidos salada de frutas e sorvetes/sorbets.  Uma combinação simples de melancia com lima e pimenta branca ou um abacaxi com raspas de limão servidos geladíssimos ficam ótimos para encerrar a brincadeira.

Receitas para acompanhar um bom churrasco

A primeira receita, as fitas de cenoura – que o Atala bem poderia chamar de talharim – eu inventei (se é que isso existe) por acaso. Estava descascando cenouras para picar, assar e fazer um purê. Num devaneio afundei a mão e acidentalmente fiz algumas fitas finas. Decidi continuar o processo até o fim. E assim mesmo temperei e levei para assar. Ficaram tão lindas que desencanei do purê.  O sucesso aqui em casa foi tanto que até hoje rola pedidos.

Elas vão tão bem como acompanhamento de carnes, quanto como entrada para um convescote, sobre brusquetas. Impressionam primeiro, pelo aspecto, segundo, pelo cheiro e, por último, e mais importante, pelo sabor.

Já as batatas – que eu considero o acompanhamento primordial da história da humanidade – ficam leves, crocantes por fora e cremosas por dentro, e extremamente aromáticas, quando assadas com alecrim (ou qualquer outra erva de sua preferência). Faça as duas, por minha conta e risco (clique na imagem para ver as receitas).

 

Fitas de cenoura assada

 

 

Aqui na Cozinha da Matilde você encontra outros acompanhamentos maravilhosos para o churrasco: salada de folhas com radicchio, alfaces e endívia, vinagrete de mini-cebolas roxas com laranja, tomates em ramas assados.

 

Facebook Comments

Nas Categorias: Acompanhamentos, Blog, Tecnicas de cozinha e ingredientes