Recentemente, tive a honra de participar da Avant Première (sou pheena, né?) do Esquina Mocotó, novo restaurante do chef Rodrigo Oliveira. Foi o primeiro jantar feito na casa, aberto só para amigos. A experiência foi tão bacana, que decidi dividir aqui.  

Se você já cruzou os sete rios até a Vila Medeiros, extremo zona Norte de São Paulo, para comer no Mocotó (primeira casa do mesmo chef), com certeza sabe do que estou falando. Rodrigo é bom, mas muito bom, porque faz comida honesta. Ou seja, uma combinação de bons ingredientes, preparo cuidadoso e preço justo. Não dá pra ser melhor? Parece que dá. Ou pelo menos, diferente.

O projeto custou cerca de R$ 2,5 milhões. Apesar das cifras, o ambiente é mais para despretensioso  Dá pra ficar a vontade ali, mas sem  o ar de boteco de bairro do irmão mais velho. É restaurante. Ponto. Ao entrar no salão de 80 lugares você já dá de cara com um graf, do Speto, cheio de referências ao sertão. Do lado, a cozinha/bar/balcão aberta ao público de onde vai sair o que Rodrigo tem chamado de  comida de origem. 

Os  ingredientes sertanejos estão todos ali, mas trabalhados de forma mais moderna. Segundo o chef, “nem melhor, nem pior, apenas diferente”.  Vamos ao que eu comi. Lembrando que a minha ideia aqui não é fazer avaliação, mas seguindo a regra da casa: se eu não tivesse gostado, não acharia digno de nota.

Para começar, A Porcaria. Uma tábua com versões diferentes de embutidos, incluindo uma terrine de porco feita na casa que é muito boa.  Nem os famigerados dadinhos de tapioca escaparam de ganhar um toque de porco. Mara! 

 

O segundo prato do menu foi um pirarucu (peixe de água doce típico da Amazônia) cozido de duas formas: em baixa temperatura e grelhado. Acompanhando de couscous tipo marroquino, feito com farinha uarini (farinha feita da mandioca brava fermentada, também chamada de farinha d’água ou ovinha), molho de tucupi (suco extraído da mesma mandioca) e legumes.

O terceiro, uma paleta de porco, com alho confitado, cenoura braseada, purê de grão de bico e grão de bico crocante (eu queria um saco disso pra ficar na frente da TV).

Para finalizar, a sobremesa Goiaba, Goiaba e Goiabada. Sorbets de goiaba branca, couli de goiaba vermelha, goiabada e um praliné.

 

Para beber eu fui de Medeiros Connection, um trocadilho infame e divertido com o Manhattan. Nelo o o uísque é cede lugar à cachaça, o grande amor do chef. O drink é otimo e mortal! hahahahaha

A casa acabou de ser inaugurada, quando eu fui não tinha nem menu. Esse foi feito para o jantar. Provavelmente ainda farão a ajustes. Logo, não espere encontrar exatamente isso por lá. Mas com certeza encontrará coisas tão boas quanto.

SERVIÇO:
Esquina Mocotó
Endereço:  Av. Nossa Sra. do Loreto, 1.108, Vila Medeiros
Tel.: 11 2949-7045
Ticket médio/pessoa: R$ 70 (a expectativa de gasto)

 

 

 

Facebook Comments

Nas Categorias: Blog, Onde comer e comprar