Combinado não sai caro, por isso, conforme prometi, segue a receita do caldo a jato de porco. Esta delícia vai deixar tudo as comida da sua casa com aquele algo mais sabe?
Aqui a fome é grande e o tempo é curto, por isso, panela de pressão amor eterno amor verdadeiro.
É subversivo? Sim Tecnicamente errado? Óbvio. Porém, só jesus poderá nos julgar enquanto puristas tacam blocos de caldo em cubos na nossa face. K-gay!
O ideal é uma panela de pelo menos 5 litros, mas não vai deixar de fazer por isso. Qq coisa da uma diminuída nas quantidades.
Segue o bonde:
1 stinco de porco (canela). Se não achar use uns 500g de costelinha em ripa (mas que conste nos altos q o stinco tem mais tutano)
1 cenoura grande em rodelas grossas
1 talo de alho poró em rodelas grossas
2 ou 3 cogumelos shitake (umami sabe?)
1 cebola grande picada em cubos grandes
2 dentes de alho inteiros
2 maços de cebolinha
8 grãos de pimenta do reino
3 cravos da índia
1 xícara de sakê seco (se não tiver vai de vinho branco seco)

1 – Comece selando (tostando) a peça de carne de todos os lados em azeite quente na panela.
2 – Acrescente cebola, cenoura, alho e alho poró e deixe dar aquela dourada nos vegetais.
3 – Qdo começar a pegar, vá colocando um pouco de sakê para ir soltando aquele marrom do amor do fundo da panela. No melhor estilo pinga e frita.
4 – Quando o sakê acabar, coloque água quente (acelera o processo) até uns 4 dedos abaixo da boca da panela.
5 – Tampe a panela e conte 30 minutos a partir de quando a panela começar a chiar que nem carioca.
6 – Depois disso, destampe, coe o caldo com uma peneira forrada com uma gaze ou pano fininho.
7 – Salve a carne do stinco e desfie para fazer recheios de sanduíches, panquecas, massas ou mesmo uma maravilhoso ragu
8 – Para o caldo do Guioza, não ponha sal. Tempere com shoyou.
9 – sim, não só pode como DEVE congelar.
10 – o ideal é congelar em forma de gelo e depois só ir utilizando os cubos em risotos, molhos etc.

Facebook Comments

Nas Categorias: Receitas, Sopas