10 out

Feijão tropeiro do Francisco, meu pai

Ingredientes
1kg de feijão roxo
300g de torresmo
1 e 1/2 cebola cortada em cubos grandes
3 dentes de alho
3 folhas de louro
300g de farinha de mandioca grossa
Cheiro verde
200g de linguiça de porco frita e cortada em rodelas
Pimenta de bode (sempre)
½ maço de couve manteiga

Preparo
Cozinhe o feijão em água, com um dente de alho, uma pimenta de bode inteira, as folhas de louro e ½ cebola (não precisa picar). Os tropeiros não temperavam o feijão no cozimento, porque o tempero aumenta a probabilidade de azedá-lo, caso sobre. Mas você tem geladeira, pode abusar.

O feijão deve ficar cozido, porém firme, com grãos um pouco resistentes ao apetar. Isso deve levar uns 10 minutos. Escorra em um coador de macarrão e reserve. Atenção, não despreze esse caldo, congele. Ele serve de base para temperar uma sopa e até mesmo para regar aquele feijão refogado do dia a dia.

Frite os torresmos e as linguiças e reserve. Agora vem a parte da gordice. Pegue um pouco do gordura do torresmo e da linguiça e coloque em uma frigideira, acrescente a cebola, deixe dourar, depois o alho amassado com a pimenta. A cebola sempre entra antes do alho porque leva mais tempo para dourar, e o alho, se passa do ponto, amarga. Isso vale para qualquer receita que leve um refogado de alho e cebola. Coloque a linguiça e na sequência a couve fatiada fina só pra dar aquele susto. Um, dois minutos no máximo. Por último os grãos de feijão e a farinha de mandioca. Misture tudo e sirva. Sozinho já é uma refeição, mas acompanhando um churrasco ou uma carne assada fica ainda melhor.

 

Uma pitada de reportagem: Feijão tropeiro, um prato de viajantes

 

 


Dê seu pitaco (0)
Veja também

Dê o seu pitaco

Você pode usar tags e atributos em HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Na Estante