Eu sumi de novo. E de novo foi por uma causa nobre. Agora estou na equipe do UOL Receitas e vocês podem me ler aqui. Como esse tipo de mudança não é nada simples, tive que deixar o SM meio de lado. Mas claro, não parei de cozinhar e nem de comer. E nem de inventar moda. A última foi esse estrogonofe de cogumelos variados.

Como eu disse aqui, já se fez  estrogonofe de tudo nessa vida. A partir do original de carne surgiu toda sorte de dissidência.  Há de frango, de galinha d’angola, de avestruz e de pato. Até proteína de soja é considerada uma opção para rechear o famigerado prato no lugar do mignon.

Como não suporto proteína de soja e não há quem me convença do contrário. Tenho fé em um milhão de outros ingredientes para um bom prato vegetariano antes de chegar a tal ponto. Por isso, me apoiando na liberdade poética que só a cozinha nos dá, eu decidi fazer um estrogonofe quase vegetariano. Digo quase, porque sem nenhum tipo de proteína animal fica difícil chegar perto do sabor do original.

Estrogonofe de cogumelos variados

200g  de cogumelo paris fresco
200g de shitake
200g de cogumelo Portobello
200g de funghi secchi (se estiver milion use porcini pois fica mara real)
200ml de creme de leite fresco
1 cebola média picada em cubinhos
1 copo de sakê mirin (opcional)
1 lata de tomate pelado picado
1 colher de sopa de mostarda dijon
1 colher de sopa catchup
molho inglês
50 gramas de manteiga
noz-moscada a gosto
pimenta-do-reino moída a gosto
páprica
sal a gosto

Preparo

Limpe os cogumelos frescos de forma cuidadosa. Cogumelos são como esponjas, por isso, evite lavá-los para que não fiquem encharcados e molengos. Pique em pedaços médios ou de sua preferência. Hidrate o funghi secchi em água quente suficiente para cobrir e deixe descansar.

Hidrate o funghi secchi em água quente suficiente para cobrir e deixe descansar. Numa frigideira derreta a manteiga e toste os cogumelos frescos. Deixe dourar. Escorra o porcini (reserve o caldo) e coloque ele na panela. Misture, refogue mais um pouco e retire da panela. Reserve.

Nessa mesma panela (aproveitando a sujeira dos cogumelos) coloque mais uma colher de manteiga e frite a cebola até ficar bem dourada. Acrescente o tomate pelado. Aproveite a lata vazia e coloque a mesma medida de água. Acrescentes os temperos ao molho: pimenta, páprica, noz moscada, mostarda, catchup (vale usar sriracha, fica mara também) e deixe apurar até reduzir pela metade.

Entre com o tomate pelado,  catchup, mostarda, molho inglês e tempere com pimenta, páprica, sal e noz-moscada. Acrescente o caldo no molho (puro sabor). Deixe reduzir até que o molho fique untuoso.  Volte os cogumelos para a panela, finalize com o creme, e se for o caso,  acerte o tempero.

Sirva com arroz branco e batatas fritas, sauté, palha ou assadas, a que preferir. Eu servi com Hash browns. Uma espécie de batatas rosti americanas.  Juro que é uma delícia.

*Hash browns ou hashed browns são um popular prato de café da manhã americano que começou a aparecer em menus em Nova York na década de 1890. Uma preparação simples em que as batatas são fritas depois de serem raladas ou em tiras à julienne.

Uma pitada de reportagem: Eternamente Estrogonofe: a história do nosso queridinho brega & chique

 

Facebook Comments

Nas Categorias: Pratos Principais, Receitas