Receita: Pamonha de panela

Ingredientes
6 espigas de milho verde
300g de linguiça fina de porco ou de frango (fritas ou assadas, depende do seu nível de gordice – opcional)
300g de queijo minas meia cura em cubos
100g de manteiga (se quiser mais, é com você)
Pimenta de bode a gosto (ou alguma de sua preferência)
Sal a gosto Cheiro verde a gosto
1 colher de azeite
Alho e cebola (opcional)

Preparo
Como não tem palha na jogada, o preparo é diferente da original onde a pamonha cozinha por imersão num caldeirão com água

fervente. No método tradicional começaríamos ralando as espigas. Mas como essa é uma pamonha de apartamento retire os grãos com uma faca bem afiada. Para isso, coloque a espiga na vertical sobre uma travessa. Com uma faca bem afiada corte os grãos de cima pra baixo. Depois passe no processador, liquidificador ou mixer. O importante é triturar para tirar o suco do milho. Se o bagaço incomoda, coe a massa com um pano limpo ou uma peneira. Reserve.

Em uma panela antiaderente aqueça metade da manteiga com um fio de azeite para 

não queimar. Se quiser pode acrescentar cebola e alho nesse momento e fazer um refogado básico. Coloque a pimenta de bode partida ao meio. Acrescente a massa de milho e cozinhe em fogo baixo mexendo sempre com um pão duro. Deixe no fogo até que a mistura engrosse e mude de cor, do amarelo pálido para um tom mais intenso. Você deve obter uma mistura cremosa, com a textura de um purê. Quanto mais tempo, mais firme ficará. Pouco antes de desligar acrescente o queijo cortado em cubos e as linguiças em rodelinhas. Desligue o fogo e tampe para que o queijo derreta. Salpique cheiro verde e sirva. Sem as linguiças é um ótimo acompanhamento para carnes. Principalmente de porco.  E se você não é chegado em carne essa é para você amigo vegetariano, é só eliminá-las da jogada.

 Uma pitada de reportagem: o ritual da pamonha goiana

Facebook Comments

Nas Categorias: Acompanhamentos, Receitas