Um dia desses, sem fazer nada e sem nada muito bom pra fazer, que eu eu encontrei no fundo da gaveta de legumes da  geladeira uma porção de pequenas beterrabas. Daí nasceu a Pedra de Beterraba. Eu queria algo caramelizado para uma salada agridoce para acompanhar uma carne, mas que não fosse cebola ou cenoura. Peguei a beterraba, temperei com açúcar mascavo, pimenta preta, sal e azeite e tasquei no forno. Deu certo!

O meu improviso resultou em beterrabas suculentas, com uma cor rubi linda, gosto doce tostado, e um molho caramelizado, quase uma calda. Já dava para comer só isso. Mas ai eu já emocionei e juntei outras sobras. Um resto de coalhada seca, algumas folhas de  rúcula e alface roxa e uma parcos aspargos não tão frescos, mas que na grelha ganharam nova perspectiva. Passei um bom bife mais ou menos nesse estilo aqui de suculência. E pronto, virou banquete.  A seguir, a receita da pedra, com a salada.

 RECEITA

Pedra de Beterraba

Ingredientes
Beterrabas
Açúcar mascavo (mais ou menos uma colher de sobremesa para cada beterraba média)
2 colheres de sopa de viagre balsâmico
Sal e pimenta preta a gosto
Azeite para untar a forma

Preparo
Corte as beterrabas em quartos e depois em oitavos. Coloque na assadeira com o o açúcar e os outros ingredientes, misture bem e leve ao forno até ficarem macias e bem escuras.  Deixe esfriar.  Para os aspargos veja o modo de preparo aqui nesse post.  Monte a salada com as folhas de rúcula

 


Salada de pedra de Beterraba com Aspargos, Folhas e Coalhada Seca

Ingredientes
Folhas de rúcula e alface roxa (pode outras, mas as escuras caem melhor)
Aspargos grelhados
Coalhada seca
Azeite
Sal e pimenta a gosto

Preparo
Monte a salada com as folhas, os aspargos, a pedra de beterraba e tempere com a coalhada, o azeite e a pimenta. Sirva com uma boa carne.

 

 

Facebook Comments

Nas Categorias: Acompanhamentos, Receitas, Saladas