Lanches e Sanduíches

Pizza coberta goiana de sardinha e queijo meia cura de Araxá

Por Larissa Januário em: em: 9 de outubro de 2014
Tags:,

pizza_coberta_goiana_larissa_januario_semmedida6

Esse fim de semana é dia das crianças e tals. Aí você leitor do Sem Medida se pergunta: e daí? Daí que essa vibe infantil cutucou o mini me que mora em mim e me deu uma mega vontade de comer uma receita que era um hit na minha infãncia brejeira lá no Goiás. A pizza coberta era o ponto alto das cantinas nas escolas de Rio Verde e figurinha fácil nos aniversários da galerinha. Nos lanches vespertinos nossas mães também sempre sacavam uma do freezer para nossa alegria.

Tinha diferentes opções de recheios como presunto e queijo e frango. Mas a minha favorita na em todo o univero é a sardinha. Aliás, eu amo sardinha. Minha cota de ômega 3 pode vir toda desse lindo peixinho prateado e baratinho. O salmão laranja de susto eu deixo pra quem quiser.

Voltando à pizza. Ela é quase uma torta, mas bem fina, com uma massa aerada e fofa que eu nunca mais consegui saber a receita da massa. Minha mãe não lembrava, as mães das amigas também não. Nem nos livros de receitas das Abelinhas eu achei algo similar. Fiz mil testes com massas similares, mas nenhuma chegava perto na minha memória gustativa pra lá de afetiva.

Até que, eu já consternada de nunca mais provar tal delícia, eis que o São Google, padroeiro das buscas impossíveis, me trouxe o blog da Leili. A pesar de não conhecer a autora, uma breve navegada no blog me fez crer que a Leili é goiana das boas. Cozinha muito bem e faz tudo com capricho. E foi ela que me resgatou do limbo com a massa da pizza goiana coberta.

E agora, em homenagem à criança louca e gulosa que habita o meu ser, compartilho com vocês a minha versão da pizza coberta com recheio de sardinha. Se você não curte sardinha (não sabe o que está perdendo) pode mudar para presunto e queijo ou frango.

Massa

2 colheres das de sopa de manteiga
1 colher das de sopa de óleo
1 colher rasa das de sopa de açúcar
1 colher das de sopa de fermento biológico
1 copo de 300 ml de leite morno
3 ovos
Farinha de trigo (aproximadamente 4 xícaras)
Sal

pizza_coberta_goiana_larissa_januario_semmedida

Em um recipiente a parte junte o fermento e o açúcar ao leite amornado e reserve. Em outro,junte metade da farinha, os ovos, a manteiga, o sal e misture. Depois junte a mistura de leite. Sove até homogeneizar.  Deve ficar meio molhada, logo, vá adicionando a farinha aos poucos até dar o ponto. Ela deve ficar elastica, mas sem desgrudar nos dedos e no fundo da vasilha. Deixe a massa descansar até que dobre de tamanho.
tomate_recheado_sem_medida_larissa_januario24

Enquanto a massa cresce, prepare o recheio. Para isso refogue 1 cebola grande picada em brunoise (cubinhos) até que ela fique trasnparente. Depois junte 3 dentes de alho amassados com uma pimenta de bode fresca (se não tiver. faezr o que?) e deixe dourar. Acrescente 3 ou 4 latas de sardinha em azeite e refogue até que vire uma pasta. Junte duas latas de tomate pelado e deixe ferever para que o molho peque corpo.

tomate_recheado_sem_medida_larissa_januario6

Finalize com bastante salsinha picada. E reserve para amornar. Ligue o forno a 200 graus. e volte para a massa.

pizza_coberta_goiana_larissa_januario_semmedida2

Divida a massa em duas e abra uma das partes com um rolo até ficar bem fina. Unte uma forma retangular com óleo e farinha. Depois coloque a massa aberta.

pizza_coberta_goiana_larissa_januario_semmedida3

Espalhe o molho bem grosso de sardinha sobre a massa, deixando as bordas altas e aparentes. Coloque bastante queijo meia cura (aqui eu usei o queijo minas de Araxá) ralado grosso. Abra o restante da massa e cubra.

pizza_coberta_goiana_larissa_januario_semmedida4

Dobre as bordas para dentro para fechar a leteral e o recheio não vazar.  Pincele com 1 gema misturada a 1 colher de café pronto (ajuda a dar cor). Leve ao forno até dourar a massa.

pizza_coberta_goiana_larissa_januario_semmedida8Essa receita é daquelas que você vai levar para o pic nicno domingo com a crianças e ensiná-las que ssardinha é uma maravilhosidade de Deus, que além de nutritiva, é barata, saborosa e divertida. Outra vatagem  dessa receita é que a massa é muito versátil e as sobras podem virar hot dog de forno (enroladinho de salsinha) e enroladinho de queijo. 




2 Comments

  1. Leili disse:

    Oi Larissa,

    Fico muito feliz que você tenha gostado da receita. Também foi um achado para mim, quando a encontrei na internet. Na verdade, sou mineira. Minha cidade, Tupaciguara, é vizinha de Itumbiara – GO. Então, somos muito parecidos no jeito de falar e no jeito de cozinhar.
    Abração e obrigada pela menção na receita. Adorei seu blog. Vou pesquisar suas receitas para fazer um intercâmbio. Tenho certeza que encontrarei muita comida boa.

  2. Larissa Januário disse:

    Oi Leili,
    td bem? É verdade! Tupaciguara pertence à Minas, fiz confusão.
    Sempre passo por lá quando vou para Goiás e já como um pão de queijo de boas-vindas.
    hehehehehe
    Fique a vontade para pegar receitas!
    Um bjo e obrigada por ter vindo aqui prestigiar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *