carpaccio_abobrinha_semmedida_larissa_januario3

Daí que depois que o Claude (o Troigros) cravou o seu genial carpaccio de melancia, toda e qualquer coisa crua cortada em fatias finas virou carpaccio. Licenças poéticas a parte, a ideia é boa.  Dá pra carpaccizar quase tudo em se tradando de vegetais. Aqui dois exemplos que podem resolver a vida num dia de muita preguiça e cozinha limpa.

carpaccio_abobrinha_semmedida_larissa_januario4

O primeiro, de abobrinha, eu comi na casa da minha amiga Faby luxuosa. Ela serviu como petisco na beira da piscina num dia quente. Maravilha. Além de refrescante é leve. Umas torradinhas bastam.

Na minha versão o carpaccio de abobrinha  vai com mix de brotinhos, lascas de amêndoas tostadas e vinagrete dijon. Basta fatiar a abobrinha o mais fino que puder ou com a ajuda de uma mandoline.

Para os cogumelos vale a mesma coisa. Escolha os maiores cogumelos portobello que encontrar, limpe com papel toalha e fatie finamente.

carpaccio_cogumeloportobello_larissajanuario_semmedida3

Sirva com pesto de salsinha e alho e bastante azeite. Serve como salada, acompamnhamento e petisco para dias quentes. Também vai bem com um molho de coalhada e alho, basta juntar os dois e misturar bem com um fio de azeite.

carpaccio_cogumeloportobello_larissajanuario_semmedida2

 

 

 

Facebook Comments

Nas Categorias: Acompanhamentos, Entradas e Petiscos, Receitas, Saladas