Eu faço questão de dizer sempre que amo carne moída. Por mais que foodies, chefs e especialistas torçam o nariz, essa é minha comida do coração, bem ao lado do pequi. Aquela que me faz sentir em casa, como o abraço da minha mãe.  A santíssima trindade (arroz, feijão e carne moída), o molho à bolonhesa, o chilli de carne, a almôndega, o quibe, o hambúrguer e tudo que vem dela me encanta. E sempre que possível eu xuxo a carne moída em alguma receita.

É o caso dese preparo de hoje. Simples, fácil, rápido e com cara de amor: o Escondidinho de Batata  com Carne Moída e Legumes.  Diferente da parruda receita original de carne seca  – criada pelos sábios nordestinos (confira a história lá no pé do post) – essa ficou mais leve. Ideal para aqueles dias de preguiça de ir pra cozinha, mas que pedem um abraço por dentro. Faça e não se arrependerá. E coma acompanhado de uma cerveja boa gelada (mas nunca estupidamente, porque não somos estúpidos).

Receita: Escondidinho de Batata com Carne Moída e Legumes

Ingredientes

Batatas para cozinhar  (eu tinha 2 enormes)
Sal (1 colher de chá para cozinhar as batatas
Cheiro verde a gosto
Alho (eu tinha 1 cabeça e 1/2)
1 colher de sopa de manteiga para as batatas
Carne moída (eu tinha 400 gramas de fraldinha)
1 cebola média picada em cubinhos (brunoise)
1 colher de extrato de tomate para dar cor
Legumes a escolha (eu tinha 1 cenoura e um punhado de vagem, mas vale milho, ervilha, abobrinha, etc)
Sal para a carne (1 colher de café  basta, no final, coloque mais se achar que faltou)::
Pimenta-do-reino (1 colher de café basta)
Queijo (com boa “derretência”) a gosto para gratinar
Azeite ou óleo para os refogados

Preparo

Comece cozinhando as batatas com água suficiente para cobri-las. Eu coloquei inteira, para não ficar aguada. Demora um pouco mais pra cozinhar. Coloque a colher de sal, uns talos de salsinha e cebolinha. Cozinhe até ficar macia. O que deve levar uns 15, 20 minutos. Espete um garfo, se não oferecer resistência, está bom. Retire da água, descasque e reserve.

Mas enquanto a batata cozinha, você pode assar o alho que vai temperá-la. Essa é uma frescurinha que vai dar um sabor diferente ao purê, e como o forno vai ser ligado de qualquer jeito, vale a pena.

Basta cortar a pontinha da cabeça do alho, na transversal do comprimento. Depois, coloque em um pedaço de papel alumínio, com um fio de azeite, uma pitada de sal e pimenta e embrulhar. Leve ao forno e espere até que fique macio, o que deve levar também uns 20 minutos.  Assim que ficar pronto, esprema sobre as batatas. Os dentes escorregarão da casca que nem quiabo.

Amasse as batatas grosseiramente. A ideia é que fique quase um purê, mas pedaçudo. Coloque a  manteiga e misture. Prove o sal e acerte se necessário.  Reserve. Vá para a carne.

Comece com um refogado básico de cebola em azeite ou óleo. Assim que a cebola murchar coloque a carne. Se não gosta de cebola, coloque um pouco de alho-poró (como vai alho no purê, não carece de alho comum) . Se gosta de pimenta fresca, essa é a hora também. Mas cuidado, porque colocando ano começo ela evolui em ardência ao longo do cozimento.

Quando a carne começar a pegar cor e fazer aquele barulhinho da fritura, coloque a cenoura em cubinhos ou ralada. Deixe fritar mais um pouco. Quando a panela começar a “sujar”, coloque 1 copo d’água, a colher de extrato de tomate, mexa bem e deixe secar novamente. Por último, coloque a vagem picadinha, ela precisa de pouco cozimento (o mesmo vale pra abobrinha e ervilha). E como ainda temos a fase do forno, não precisa passar pelo calor da panela.  Vamos à reta final.

Montagem

 

Eu escolhi montar porções individuais. Por isso, vários recipientes pequenos (que suportam o fogo). Mas vale montar um prato único. O processo é o mesmo nos dois casos. Comece com um fio de azeite no fundo da forma. Forre com um pouco do purê de batata e coloque a carne.  Cubra com  mais purê. Salpique o queijo e pronto! Leve ao forno para gratinar, o que significa que o queijo tem que derreter e dourar assim:

 

Uma pitada de reportagem:  Escondidinho, um prato que nasceu clássico

 

Facebook Comments

Nas Categorias: Pratos Principais, Receitas