Uma coisa que nunca falta aqui em casa é abobrinha. Zucchini, jerimum-mirim, courgette ou curgete: vai bem crua, marinada, salteada, frita, cozida, na sopinha, na massa, na carninha moída, como recheio de lasanha, recheada e até na grelha/churrasqueira. É versátil, fácil e muita rápido de fazer.O que mais gosto nela é que faz as vezes de um carboidrato, mas menos calórica.

Daí que quando estive na Itália, especificamente na Toscana, provei diferentes tipos de abobrinha  (inclusive a flor, que lá eles comem fritas. Aliás, eles amam zucchini). Tinha uma em bola, uma graça! Bem verdinha e mini, ideal para rechear. Aqui nunca consegui achar. Aí num belo dia no super vi a abobrinha brasileira. Aquela que tem bunda redonda e pescoço comprido. E tive um ideia: tirar o pescoço e fazer dela uma abobrinha (quase) redonda para rechear. Deu certo!

As abóboras em geral são nativas das Américas. No entanto, as variedades comumente chamadas de abobrinhas, foram desenvolvidos na Itália, muitas gerações depois da descoberta do “Novo Mundo”. Os primeiros registros do consumo de abobrinha são dos EUA e datam do início de 1920. Provavelmente migraram pelas mãos dos imigrantes italianos já bem recentemente. 

Claro que não desperdicei o pescoço. Com ele deu para fazer uma farofinha e um creme para rechear a bendita. Com vocês a abobrinha três em um. 

Receita: Ovo Cocotte na Abobrinha Brasileira + Creme e Farofa de Abobrinha

Ingredientes (para 2 pessoas)

2 ovos (eu usei caipira de prédio*)
2 abobrinhas brasileiras bem verdinhas e bem bojudas na base
1 colher de café de sal
1 pitada de pimenta-do-reino
1 cebola pequena picadinha
2 dentes de alho amassados
1 colher de sopa de azeite

 

Preparo

Corte as abobrinhas na divisa entre o bojo e o pescoço de forma que fique um bundinha. Corte o topo para fazer a tampa, como na imagem acima. Rale o pescoço e reserve.

Com a ajuda de uma colher de sobremesa ou um medidor como esse da foto, retire o miolo da abobrinha (reserve).  Aliás, se você não tem medidores, compre.  Apesar de eu ser sem medida, eles ajudam muito a quem ta começando. Principalmente a mensurar a quantidade de comida a ser produzida. Por exemplo, uma xícara de arroz alimenta tranquilamente duas pessoas.

Faça um refogado começando pela cebola. deixe murchar e ficar transparente. Junte o alho (o meu tem pontos vermelhos porque eu sempre, sempre, uso pimenta, você não é obrigada a isso). Deixe dourar. Junte o miolo da abobrinha e 1/3 do pescoço ralado (ficou estranha essa frase).

Ligue o forno. Quando a abobrinha murchar, cubra com água. Deixe cozinhar até ficar macia, uns 20 minutos. Bata com o mixer ou no liquidificador até virar um creme.    

Recheie as abobrinhas com o creme (deixe um dedo e meio da superfície), coloque a gema de ovo, tampe com o talinho da ponta do pescoço e leve ao forno médio preaquecido em banho maria.  Dependendo da potencia do seu forno, deve cozinhar em 15 minutos (ovo mole), 25 (meio mole), 30 minutos (ovo firme).

 

Está pronto. Ótima como acompanhamento de qualquer coisa nesse mundo. Se incluir um ovo remexido no refogado, vira prato principal. Eu comi no dia que fiz assim: ovo cocote com camarão provençal e farofinha. Tudo junto. 

 

Cerveja sugerida: Bock Bamberg

Muita gente pode torcer o nariz, mas eu gosto dessa receita com uma cerveja graúda, tipo um bock. Comida de inverno, eu tasco pimenta e tempero. Mesmo nos pratos leves faço questão de condimento. A Bock Bamberg é uma cerveja sazonal (da Bamberg) bem nesse estilinho. Ela faz parte da nossa vida só uma vez por ano e no inverno. De cor vermelha escura,  tem aroma marcante de malte e um caramelo, na boca frutas negras e um retrogosto de lúpulo. Encorpada o suficiente para essa época maldita. para o creme de abobrinha puro não vai tão bem, mas para 

A cerveja Bock nasceu na cidade de Einbeck, mas se popularizou na Bavária. Encorpada, tradicionalmente bebida em dias de inverno, de baixa fermentação com 7,0% de teor alcoólico. Harmoniza com pratos apimentados, gordurosos, carnes vermelhas, de caça, a base de porco e ensopados. Temperatura ideal de consumo entre 8ºC e 12ºC

Embalagens: Chope, Garrafas 355 ml e 600 ml.

 

 

Facebook Comments

Nas Categorias: Pratos Principais, Receitas, Sem carne, Sopas