Como diria uma amiga minha, não é que eu goste de maionese. Eu tenho fé!  Sou fiel seguidora do Sagrado Coração da Maionese. A combinação de  gordura e ovo em forma de nuvem me emociona. E de tanto amar, eu aprendi a fazer. Faço com o mixer, à mão, com o pé nas costas. 

Se você não tem tanta facilidade assim, seguem as minhas dicas para não errar no ponto. Também vou mostrar alguns molhos bem clássicos que usam a maionese como base.  

Para finalizar, a festa do camarão pistola. O crustáceo que é uma das melhores maneiras de acompanhar esses molhos. A junção perfeita de amor.

Receita: Maionese básica

Ingredientes

Gema de ovo (eu usei 2 gemas caipiras, bem amarelinhas)
Óleo (260 ml, aproximadamente 1 xícara de chá bem cheia – eu uso 2/3 de óleo de girassol e 1/3 de azeite de oliva extravirgem)
Mostarda de Dijon (eu usei 1 colher de sopa)
Sal e pimenta a gosto

Preparo

Coloque a gema, a mostarda, o sal e pimenta (só um pouco) em uma tigela. Bata até virar uma mistura homogênea. Eu bato com o mixer, mas pode ser no liquidificador ou batedeira. Para os corajosos, vale fazer a mão com o fuet.

Sem parar de bater, coloque o azeite em fio, quando a mistura começar a engrossar, mude para o óleo de girassol. Não curto fazer só com azeite, porque o resultado é uma maionese amarga.  Por isso, o ideal é meio a meio. Quanto mais você bater e mais óleo colocar, mais firme ficará.  O ideal é esse ponto da foto: ao levantar o batedor ou pegar com uma colher ela deve cair lentamente em gostas. Assim ficará leve e aerada.

Veja os 10 mandamentos para não errar o ponto da maionese
Molhos clássicos à base de maionese

Com a boa e velha maionese além de incrementar hambúrgueres, hot dogs, petiscos, saladas, podemos preparar molhos saborosos. Confira quatro receitas nos links a seguir:

Receita de Molho Golf

Receita de Molho Tártaro

Receita de Molho Rémoulade

Mais:

Receita de Camarões Branqueados para um Clássico Coquetel

 

Facebook Comments

Nas Categorias: Molhos, Receitas