Eu avisei que ia rolar um mono tema. Pq q eu sou caipira demais pra conseguir lidar com open mar de camarão. Cresci achando que camarão é a coisa mais chic e gostosa do mundo e sigo crendo nisso.
Então aproveitando o ensejo: eu digo moqueque e vocês dizem o que?

Porque moqueca de camarão é o Brasil que eu quero, busco e admiro. Esse prato raiz, metade indígena, metade África 100% Bahia. E antes que capixabas venha reivindicar seu título, na minha panela de barro também cabe a moqueca deles. Por que moqueca é mais que um patrimônio nacional, é uma entidade, um estado de espírito.
Prova disso é que lá em Belém temos a esplendorosa moqueca paraense. Onde o dendê dá lugar ao nosso ouro líquido da Amazônio, a majestade da acidez, o Tucupi.

Então chega de moquear e vamos a receita.
1 – compre 2kg de camarão rosa. Em SP vá ao Rei do Camarão no Mercadão e peça a Renata descascar e limpar, mas leve consigo cascas e cabeças. Pois, sem caldo não há decência numa moqueca.
2 – Compre tomate maduro ou em lata, alho, pimentões coloridos, coentros, pimenta de cheiro, cebolas, azeite de dendê, leite de coco.
3 – Em uma cadeirão frite a cabeça dos camarões em azeite até ficarem laranja. Quando o fundo começar a pegar, coloque uma taça de vinho branco seco ou rosé. Junte uma parte dos temperos cortados grosseiramente e refogue mais um pouco. Depois cubra com água e coloque talos de salsa, coentro, grãos de pimenta preta, pimenta de cheiro, semente de coentro e outros aromáticos de sua preferência. Deixe ferver, diminua o fogo e deixe por mais uns 15 minutos. Coe e reserve. Pronto, temos o caldo em 1 estrofe.
4 – Numa panela de barro ou uma outra mais grossa comece colocando os vegetais (cebola, pimentões, tomates) em rodela fazendo alterando camadas. Coloque temperos, sal, pimenta, alho, ervas (deixe um pouco delas pro final).
5 – Cubra com caldo e metade do leite de coco e taca-lhe fogo nesse carrinho. Primeiro alto, depois que ferver, baixo.
6 – Quando o caldo engrossar, coloque os camarões temperados com sal e pimenta e deixe cozinhar ate mudarem de cor, 10, 15 min.
7 – Finalize com o resto do leite de coco, o dendê, folhas de coentro e pimenta de cheiro picada.
8 – Sirva com arroz branco e farofa.

 

Facebook Comments

Nas Categorias: Pratos Principais, Receitas, Sem medida