Falando sobre cerveja: Cacau IPA

};?>

 

resizeImageWSFOTOS.php

*Por Fernando Bastos

Cerveja: Cacau IPA

País: Brasil

Cervejaria: Bodebrown

Estilo: IPA – India Pale Ale

Teor alcoólico: 6,1%

Cerveja do estilo American IPA feita em colaboração com a cervejaria americana Stone Brewing (Califórnia). Possui aromas que lembram frutas cítricas provenientes das adições de lúpulos cítricos norte-americanos, combinando com os aromas que remetem ao chocolate provenientes das adições de cacau. No sabor encontramos um equilíbrio entre o maltado com caramelo, além do médio amargor.

Harmonização

Prato: Parmegiana Burger de Beringela

O amargor do lúpulo e o médio teor alcóolico cortam a gordura do hambúrguer, suavizando a harmonização. Já o adocicado da cerveja proveniente do cacau contrasta com o sal do hambúrguer formando uma harmonia sutil e agradável.

parmegiana_burguer_semmedida_larissa_januario2Divirtam-se com essa inusitada harmonização.

* Fernando Bastos é Sommelier de Cervejas, Cervejeiro caseiro, pós-graduando em Tecnologia Cervejeira e Presidente da AcervA Goiana – Associação dos Cervejeiros Artesanais de Goiás 2010/2014.

Site: www.falandosobrecerveja.com.br
Instagram: falandosobrecerveja


Falando sobre cerveja: Weihenstephaner Vitus

};?>

 

montagem_vitus

*Por Fernando Bastos

Cerveja: Weihenstephaner Vitus

País: Alemanha

Cervejaria: Bayerische Staatsbrauerei Weihenstephaner

Estilo: German Weizenbock

Teor alcoólico: 7,7%

A Vitus, é uma Weinzenbock elaborada com malte de cevada e trigo, apresentando uma coloração dourado-escura, com espuma densa e consistente.

É uma cerveja única, desenvolvida por uma das cervejarias mais antigas do mundo ainda em funcionamento.

Uma maturação extra nas adegas da cervejaria, faz da Vitus uma cerveja realmente especial, com corpo e equilíbrio.

O aroma e o sabor remetem a frutas, em especial banana. O álcool é muito bem inserido, sem tornar a cerveja quente.

vitus2Harmonização

Prato: Escondidinho de Angu, com frango caipira, ora-pro-nobis e queijo da serra do Salitre.

escondidinho_frango_angu_orapronobis_semmedida_larissajanuario3

Nossa harmonização de hoje será por contraste. O dulçor da cerveja contrasta com o salgado do prato, formando o equilíbrio. O prato é relativamente forte, porém não vai sobressair a cerveja, devido a esta ser bastante encorpada e com teor alcóolico mais alto.

Chamem os amigos, ouçam uma boa música e divirtam-se com essa harmonização.

* Fernando Bastos é Sommelier de Cervejas, Cervejeiro caseiro, pós-graduando em Tecnologia Cervejeira e Presidente da AcervA Goiana – Associação dos Cervejeiros Artesanais de Goiás 2010/2014.

Site: www.falandosobrecerveja.com.br
Instagram: falandosobrecerveja


Flando sobre cerveja: Bamberg Rauchbier

};?>

monatgemR
*Por Fernando Bastos

Cerveja: Bamberg Rauchbier

Rauchbier é um estilo de cerveja alemã de baixa fermentação com aroma e sabor defumado. A secagem do malte de cevada para este tipo de cerveja é realizada através da queima de madeira, que produz fumaça e passa esta característica para o malte.

Existem algumas lendas sobre o surgimento do estilo. Uma delas é que ocorreu um incêndio em uma cervejaria e o malte armazenado foi contaminado por fumaça, que em alemão significa Rauch. O cervejeiro no intuit de aproveitar o malte usou para fazer sua cerveja. A cerveja caiu no gosto popular.

País: Brasil

Cervejaria: Bamberg

Estilo: Rauchbier

Teor alcoólico: 5,2%

Harmonização

feijoada5Prato: Feijoada Vegetariana. Nossa harmonização de hoje está fácil mas bem interessante devido aos ingredientes da feijoada. Inicialmente iríamos harmonizar essa cerveja com carnes ou linguiças defumadas da feijoada.

Mas como é um prato vegetariano, foi acrescentado o tofu defumado o que harmoniza perfeitamente por semelhança com a nossa Rauchbier.

Divirtam-se com essa inusitada harmonização.

* Fernando Bastos é Sommelier de Cervejas, Cervejeiro caseiro, pós-graduando em Tecnologia Cervejeira e Presidente da AcervA Goiana – Associação dos Cervejeiros Artesanais de Goiás 2010/2014.

Site: www.falandosobrecerveja.com.br
Instagram: falandosobrecerveja

 


Falando sobre cerveja: Boon Oude Geuze Mariage Parfait

};?>

850_142gueuzeboonmariageparfait375clnl_1252709972

*Por Fernando Bastos

Cerveja: Boon Oude Geuze Mariage Parfait

País: Bégica

Cervejaria: Brouwerij F. Boon

Estilo: Lambic – Geuze

Teor alcoólico: 8%

Geuze Mariage Parfait é o casamento entre cervejas Lambics envelhecidas, selecionadas pelo próprio mestre-cervejeiro. É uma mistura de 100% de cervejas deste estilo, maturadas em tonéis de carvalho, passando ainda por segunda fermentação na garrafa, uma tradição mantida desde 1835.

Esta cerveja tem no mínimo três anos de idade quando engarrafada. É uma cerveja seca, bastante atenuada, com baixa carbonatação e caracterizada por intensos ésteres frutados e sabor especialmente ácido. Aromas “animais”, como couro e cavalo, são tipicamente encontrados neste estilo, resultado da fermentação por leveduras selvagens. Sua acidez e refrescância mascaram a potência de 8% de teor alcoólico.

Harmonização

Sobremesa: Sorvete de Amora

Iremos fazer uma harmonização por contraste. A acidez e álcool da cerveja quebram o doce da sobremesa e equilibra a harmonização, resultando num sabor incrível.

sorvete_amora_larissa_januario_sem_medida5

* Fernando Bastos é Sommelier de Cervejas, Cervejeiro caseiro, pós-graduando em Tecnologia Cervejeira e Presidente da AcervA Goiana – Associação dos Cervejeiros Artesanais de Goiás 2010/2014.

Site: www.falandosobrecerveja.com.br
Instagram: falandosobrecerveja


Falando sobre cerveja: Abadia de St. Bernardus

};?>

 

 

309_StBernardusAbt12_1287776851 (1)

*Por Fernando Bastos

A Abadia de St. Bernardus tem uma história diretamente vinculada com a abadia trapista de St. Sixtus, produtora das cervejas Westvleteren. Com a falta de estrutura na St. Sixtus, os monges terceirizavam a fabricação de suas cervejas. Com as mudanças de regras para adquirir o selo de cerveja trapista a St. Sixtus acabou sendo obrigada a fazer as Westvleteren dentro do próprio mosteiro e a St. Bernard, fez então sua própria marca. Essa Quadrupel, teoricamente seria equivalente a Westvleteren, considerada por muitos a melhor cerveja do mundo.

Cerveja: St. Bernardus ABT 12

País: Bégica

Cervejaria: St. Bernard Brouwerij

Estilo: Belgian Quadrupel

Teor alcoólico: 10.5%

 

barriga_polenta_semmedida_larissa_januario9

Harmonização

Prato Escolhido: Barriga de porco com erva doce e polenta branca.

Sugiro uma harmonização por contraste. Por ser uma cerveja bastante alcoólica e adocicada, o álcool e o dulçor quebram a gordura do prato, tornando a harmonização bastante equilibrada, apesar de serem dois produtos fortes.